Histórico:

- 05/06/2016 a 11/06/2016
- 17/11/2013 a 23/11/2013
- 13/10/2013 a 19/10/2013
- 04/08/2013 a 10/08/2013
- 28/07/2013 a 03/08/2013
- 29/07/2012 a 04/08/2012
- 22/07/2012 a 28/07/2012
- 03/06/2012 a 09/06/2012
- 27/05/2012 a 02/06/2012
- 22/04/2012 a 28/04/2012
- 25/10/2009 a 31/10/2009
- 18/10/2009 a 24/10/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 07/06/2009 a 13/06/2009
- 10/05/2009 a 16/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 24/08/2008 a 30/08/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 18/05/2008 a 24/05/2008
- 11/05/2008 a 17/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 13/01/2008 a 19/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 30/12/2007 a 05/01/2008
- 23/12/2007 a 29/12/2007
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 09/12/2007 a 15/12/2007
- 02/12/2007 a 08/12/2007
- 25/11/2007 a 01/12/2007
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Blog Sensual





- Postado por: Delírios de Poeta às 23h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Te desejo...

Porque desejar é meu melhor hoby.

Te quero...

A qualquer hora em qualquer momento.

Porque te amar é minha diversão.

 

Em meio  minha rudez.

E as vezes a minha brutalidade.

Te amo.

Como alguém que nunca amou.

 

E em atos impensados.

Tomo-te em meu braços.

Possuido pelo tesão.

Sou incapaz de livrar-me.

 

Ou deixar-se livrar-se.

Porque simplesmente busco teu corpo nu.

E na sua nudez, amar-te.

No mais gostoso sexo.

 

Manter o controle.

E jamais o perde-lo.

Em cada estocada.

Lenta ou profunda.

 

Buscando teu sexo.

Ou sua boca.

E desvairadamente.

Compartilhar nosso gozo.

 

Porque desse amor.

Simplesmente quero o amor...

 

(Autor: Fernando José da Silva)



- Postado por: Delírios de Poeta às 00h30
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




As luzes se apagaram.

Enfim somos só eu e você.

A tranquilidade das quatro paredes.

O inconfessável amor.

 

Nesse amor não há espera.

Nem regras a serem seguidas.

É amor de luz apagada.

Cheio de toques e muitos beijos.

 

É amor de carícias ousadas.

Mãos e bocas buscando prazer.

Corpos em busca um do outro.

Com intuíto único de perpetuar o amor.

 

Amor entre quatro paredes.

Quanto mais escuro melhor.

Amor sem testemunhas.

Sem engôdo.

 

Sem enganos...

Amor no escurinho.

Escondidinho.

Amor gratuíto.

Prazer em dobro...

 

(Autor: Fernando José da Silva)



- Postado por: Delírios de Poeta às 21h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




No jogo da sedução me fortaleço.

A cada toque de suas mãos.

Que me acariciam incessantemente.

Buscando meu corpo e tomando pra si.

 

Seus beijos e o doce sabor de sua boca.

Minha fortaleza, que se incinua.

Beijando minha boca.

E buscando cada parte do meu corpo.

Ao toque macio de boca e lingua.

 

O abraço forte que me enlaça.

Braços e pernas enlaçando meu corpo.

Me puxando de encontro o seu.

É onde me aqueço no seu calor.

 

Esse amor forte que emana de ti.

Que vem do seu coração.

De encontro ao meu.

É a minha fortaleza.

 

Sou forte...

Porque tenho você.

E descobri que sem você.

Não sou ninguém.

 

(Autor: Fernando José da Silva)



- Postado por: Delírios de Poeta às 23h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




És rosa.

E como todas as rosas exala teu perfume.

Perfume de fêmea...

 

A maciez das pétalas apresentada em teu corpo.

Que trazem o arrepio ao meu.

Na magia do teu toque.

 

O perfume que toma conta da minha alma.

 A maciez que toma conta do meu corpo.

Que me faz sentir tal qual entre espinhos.

 

Gemendo, gritando...

Até enfim a explosão.

A exaustão.

 

És rosa vermelha.

A cor da paixão.

Do desejo que não posso inibir.

 

Porque és rosa.

O meu grito de dor.

Uniformemente de prazer.

Deve ecoar aos teus ouvidos.

Pra que seja ouvido.

 

Porque simplesmente morro...

Agarrado aos espinhos.

Para jamais perder a rosa.

 

(Autor: Fernando José da Silva)



- Postado por: Delírios de Poeta às 23h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Hoje te quero nua.

Quero seu melhor sorriso.

Sua sensualidade.

O melhor beijo.

O prazer mais intenso.

 

Hoje quero ser seu.

Não que não o seja todos dias.

Mas hoje é um outro dia.

Quero que abuse.

Que se lambuze.

 

Que não diga só meias palavras.

Mas que seja capaz de pronunciar...

Cada uma daquelas que a envergonham.

 

Hoje quero todo seu desejo.

Quero a intensidade do seu prazer.

Sem nenhum tabu.

Sem qualquer medo.

 

Hoje é um dia especial...

...E como qualquer outro quero ama-la.

Com a intensidade de cada um dos meus desejos...

Inconfessáveis.

 

(Autor: Fernando José da Silva)



- Postado por: Delírios de Poeta às 01h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________